O que faz um tecnólogo em Segurança do Trabalho? Descubra neste post!

  • 27/nov/2019

A graduação em Segurança do Trabalho é uma das mais procuradas nos dias de hoje, principalmente se considerarmos a rigorosa legislação sobre segurança nas empresas, como a Norma Regulamentadora – NR6 do Ministério do Trabalho e Emprego, que versa sobre o uso obrigatório do equipamento de proteção individual.

Se você pensa em atuar no ramo, mas ainda não sabe ao certo o que faz um tecnólogo em Segurança do Trabalho, fique de olho neste post. Vamos explicar quais as principais atribuições e habilidades desse profissional, destacando sua importância no mercado e dando dicas que como escolher o curso certo para ser bem-sucedido na área. Continue a leitura e inspire-se com essa profissão!

O que faz um tecnólogo em Segurança do Trabalho?

Um tecnólogo de Segurança do Trabalho é o responsável por gerenciar toda e qualquer ação que envolva a prevenção de acidentes nas empresas, sejam elas grandes, médias ou de pequeno porte. Só aí já deu para ter uma ideia do quanto esses profissionais são indispensáveis dentro das corporações.

Eles lidam diretamente com questões ambientais e de saúde, sempre prezando pela integridade física dos funcionários e pela manutenção de um clima corporativo sadio. Dependendo da área de atuação (mineração, zona portuária, área rural etc.), o tecnólgo de Segurança do Trabalho poderá ter funções específicas, mas normalmente estas são suas principais atribuições:

  • investigar, analisar e propor medidas preventivas e de controle de acidentes;
  • inspecionar equipamentos diversos, como extintores, maquinários, iluminação etc;
  • supervisionar o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC);
  • supervisionar planos de atendimento de emergências;
  • acompanhar ações de laudos de insalubridade e periculosidade;
  • desenvolver programas de prevenção de risco ambiental;
  • desenvolver ações educativas de saúde e segurança em geral.

Quais habilidades esse profissional precisa ter?

A responsabilidade de um tecnólogo de Segurança do Trabalho é enorme. Afinal, ele trabalha para garantir que todos os funcionários da empresa mantenham a integridade física intacta. Para tanto, uma das maiores metas desse profissional é elaborar estratégias para diminuir ao máximo os riscos de acidentes dentro das corporações.

Considerando-se as funções do profissional, uma excelente visão sistêmica e muita proatividade são requisitos fundamentais para desempenhar um bom trabalho. A capacidade de observação técnica é o que permitirá antever os riscos e desenvolver estratégias para minimizá-los.

A atitude proativa, aliada à boa comunicação, serão indispensáveis nos momentos de implantar as ações elaboradas e manter os funcionários cientes da necessidade de prevenção constante. Ética, ótimo relacionamento interpessoal e muita atenção aos detalhes são outras qualidades indispensáveis para um bom desenvolvimento profissional.

Isso é necessário porque qualquer erro que passar despercebido pode desencadear acidentes graves no futuro. Além do dano ao trabalhador, as falhas comprometeriam seriamente a imagem da empresa. Portanto, zelo, cuidado e concentração também devem fazer parte do dia a dia de trabalho dos tecnólogos em Segurança do Trabalho.

Como é o mercado de trabalho para a área de Segurança do Trabalho?

Os profissionais da área estão capacitados para atuar tanto em empresas públicas quanto privadas de vários portes e de diferentes setores da economia. Eles poderão ainda atuar em órgãos oficiais do governo, por exemplo, nos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT).

O mercado é muito promissor para todas as atividades relacionadas à gestão de equipes e processos de atividades preventivas em geral, desde ações educativas à implantação de novos equipamentos de segurança no trabalho. O profissional graduado nessa área poderá atuar também em vistorias periciais e auditorias do setor.

Como essa é uma área que tem crescido bastante nos últimos anos, o mercado de trabalho é muito promissor no ramo. Além da legislação ser criteriosa quanto às normas que prezam pela Segurança do Trabalho, os gestores têm ficado mais conscientes das necessidades preventivas, o que permite que os tecnólogos graduados nessa área tenham lugar cativo dentro das empresas.

Como se tornar um tecnólogo em Segurança do Trabalho?

As exigências curriculares para se tornar um tecnólogo de Segurança do Trabalho são: Ensino Médio completo e curso na área, como um tecnólogo ou graduação. É claro que um bom diploma conta muito para a colocação do profissional no mercado. No entanto, como vimos, trata-se de uma profissão de alta responsabilidade.

Por isso, o ideal é que os interessados em seguir essa carreira consigam aliar formação profissional e habilidades compatíveis com o setor, como respostas rápidas, inteligência emocional e muito cuidado para não cometer falhas preventivas que poderiam causar problemas graves na empresa.

Graduação em Segurança do Trabalho

O melhor caminho para quem quer se profissionalizar no ramo é fazer uma graduação em Segurança do Trabalho ou, no caso de profissionais já graduados, uma especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho. Mas atenção: antes de se matricular em algum curso, faça uma extensa pesquisa sobre a instituição de ensino para ter certeza de que se trata de uma faculdade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Como essa é uma área em forte expansão, é natural que a concorrência também esteja maior. Sendo assim, escolher uma instituição de ensino de qualidade é essencial para sair à frente dos concorrentes e obter um diploma valorizado. Afinal, em um mercado tão competitivo como nos dias de hoje, já não basta ter apenas vocação para a área. Nesse sentido, ter um curso superior no currículo é um grande diferencial.

Uma boa graduação em Segurança do Trabalho é aquela que tem como principal objetivo formar profissionais com habilidades e competências técnicas em gestão de segurança e saúde nas empresas. O foco é contribuir para a qualidade de vida dos trabalhadores em geral, impulsionando a produtividade e fomentando o caráter sustentável dentro das corporações.

Para quem dispõe de pouco tempo para se dedicar aos estudos, uma ótima alternativa é fazer um curso a distância em uma faculdade reconhecida. Essa modalidade de ensino permite muito mais flexibilidade para quem tem uma jornada dupla e precisa montar seu próprio cronograma de estudo. Todas as atividades são acompanhadas por tutores especializados, proporcionando aos alunos as melhores experiências de aprendizagem.

Agora que você já sabe o que faz um tecnólogo em Segurança do Trabalho e qual é a importância dessa profissão no mercado, só falta escolher a faculdade certa para dar mais esse passo em busca do seu sucesso profissional.

Se você tiver alguma dúvida, não deixe de entrar em contato conosco. Estamos prontos para ajudar você nessa missão!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você