Connect with us

Inicie Sua Carreira

Saiba o que é um professor EAD e como ele trabalha

O ensino a distância já é uma realidade na vida de muitas pessoas. Leia nosso post e conheça a função do professor EAD nesse contexto!

professor ead
Tempo de Leitura: 4 minutos

O papel do professor EAD é cada vez mais importante para o ensino. A pandemia causada pelo novo coronavírus acelerou o processo de digitalização de diversos setores — e com a educação não foi diferente. Esse profissional tem a função de mediar e criar situações didáticas que sejam do interesse dos alunos.

Ele também mobiliza os estudantes a lidarem com projetos e ferramentas de aprendizagem em ambientes virtuais, sendo o responsável por fazer o contato inicial com a turma. Com a evolução tecnológica, essa carreira tem ganhado ainda mais destaque.

Pensando nisso, preparamos este artigo para você saber como funciona o trabalho de um professor EAD. Boa leitura!

O que faz um professor EAD?

O papel do professor EAD é auxiliar o aluno, seja no momento de solucionar dúvidas, seja em correção de trabalhos e tarefas. O docente que atua no ensino a distância deve assumir o papel de educador, pois não basta apenas ajudar os alunos — é necessário manter-se sempre atualizado.

Assim, esse profissional deve buscar novas formas de transmitir conhecimento, além de acompanhar o desenvolvimento dos estudantes dentro do ambiente virtual de aprendizagem. Esse trabalho é fundamental para uma experiência realmente satisfatória dos alunos.

Por ser um agente de transformação, o educador atua diretamente para o crescimento dos alunos. É ele quem está em contato constante com os jovens e fica responsável pelo engajamento e motivação no dia a dia.

Sua forma de trabalhar consiste em:

  • elaborar atividades;
  • coordenar discussões;
  • avaliar os alunos;
  • promover o conhecimento em ambiente virtual;
  • entre outras ações.

Qual a diferença de trabalhar como professor online e presencialmente?

Atuar como professor em curso a distância se assemelha ao ensino presencial, pois ambos têm o objetivo de contribuir de forma positiva para o aprendizado dos alunos. No entanto, as novas tecnologias permitem o uso e a expansão do ensino a distância, fazendo com que o ofício do professor passe por grandes mudanças. 

No EAD, existe a separação física entre professor e aluno, além de existir a utilização de meios de comunicação mais automáticos, com possibilidade de encontros ocasionais. Assim, os alunos têm mais autonomia e o ritmo de aprendizagem é, de certa forma, controlado pelos estudantes. Outra diferença é que o professor presencial não tem um intermediário, ou seja, não há a atuação de um tutor.

O ensino a distância também proporciona menos cansaço, evita deslocamentos e requer preocupação com a qualidade dos vídeos. Por isso, o professor que atua com essa modalidade deve estar sempre atento às evoluções da tecnologia na educação.

Quais características são essenciais para um professor EAD?

Existem algumas características que permitem que o professor EAD se destaque no mercado de trabalho. Acompanhe.

Ter vontade de inovar

A educação a distância deve ser dinâmica, inovadora, centrada no aluno e muito diferente do ensino tradicional. Por isso, professores que tentam utilizar as mesmas estratégias da sala de aula presencial podem não ter sucesso na área.

Para ter uma boa retenção de alunos, é essencial sempre buscar formas inovadoras de passar o conteúdo. Você já ouviu falar em gamificação, por exemplo? De forma simples, esse conceito se relaciona com a utilização de jogos em outros contextos, como o educacional.

Esse método é muito usado na educação para aumentar o engajamento dos estudantes e deixá-los mais motivados. Como o ensino a distância já é muito focado em tecnologias, há mais opções de jogos e formatos que podem ser aplicados, tornando esse modelo de educação muito versátil.

Se você é uma pessoa criativa e gosta de inovar, já tem boas características para se tornar um ótimo professor EAD.

Ser coerente

Ser coerente com o plano de ensino também é importante. Os cronogramas devem ser claros e lógicos, respeitando a curva de aprendizado dos alunos. Uma boa forma de fazer isso é segmentando os conteúdos.

É importante ter em mente que uma videoaula não é uma aula presencial. Por esse motivo, o ideal é fazer apresentações mais curtas, com conteúdos bem desenvolvidos. Cada lição deve apresentar um único assunto e evitar devaneios excessivos.

Em aulas presenciais, é normal que o professor pare, faça alguns comentários sobre outros assuntos, conte uma história ou faça uma brincadeira para descontrair. Na modalidade online, o ideal é que o educador foque apenas no assunto, pois a chance dos alunos dispersarem é maior.

Assim, para dar uma aula virtual de sucesso, divida seu conteúdo, seja claro, coerente e sempre muito conciso.

Saber utilizar tecnologias

O ensino a distância é altamente dependente da tecnologia. Por isso, é fundamental que o professor EAD tenha certa familiaridade com internet, dispositivos eletrônicos e equipamentos tecnológicos. Diversas plataformas EAD são simples de utilizar, mas, ainda assim, exigem certo conhecimento para ser possível usufruir ao máximo de todas as suas utilidades.

Isso permite que o educador melhore a experiência dos alunos. Algumas ferramentas têm várias aplicações que podem ajudar ainda mais o professor, como a inserção de anexos, chats e personalização completa para as necessidades da disciplina ministrada. Dessa forma, quanto maior for a familiaridade com essas plataformas, melhor será o seu curso.

Ter capacidade de adaptação

A adaptação é outra característica muito importante para o professor EAD. Quem é acostumado a lecionar em sala de aula precisa se adequar ao ensino virtual, pois o modelo online é totalmente diferente.

No ensino tradicional, o professor tem uma função muito ativa no aprendizado, enquanto os alunos assumem um comportamento um pouco mais passivo. Na educação a distância acontece exatamente o contrário e os estudantes estão no controle.

São eles quem decidem onde, em que momento e em qual velocidade vão assistir às aulas, tornando-se protagonistas do próprio aprendizado. Assim, tentar utilizar o mesmo padrão de educação formal no EAD, como atividades avaliativas tradicionais e prazos fixos, pode ser um grande erro. É fundamental entender como dialogar com os seus alunos e aprender a se adaptar a essas particularidades.

Para ser um professor EAD é necessário ter uma graduação do tipo licenciatura na área que será ensinada. Algumas instituições de ensino também exigem pós-graduação no momento de escolher um profissional e oferecem treinamentos específicos para tutoria.

Gostou do conteúdo? Então complemente esta sua leitura com o nosso manual sobre Formação de Docentes. Com certeza ele será de grande utilidade.

Que tal estudar com a melhor metodologia EAD?

Carreira de gestor

Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br
Guia completo para escolher o curso e a faculdade ideais sidebar

Copyright Unyleya ©. Todos os direitos reservados.