As 15 áreas do Direito mais bem remuneradas para ficar atento

  • 24/jul/2020

As 15 áreas do Direito mais bem remuneradas para ficar atento

Tempo de Leitura: 7 minutos

Profissionais estão sempre em busca das melhores oportunidades, o que não é diferente com os advogados e bacharéis em Direito. A amplitude de possibilidades de atuação proporciona escolhas igualmente variadas. Com isso, a procura é constante pelas áreas do Direito mais bem remuneradas, então toda atenção é necessária para se manter informado.

Algumas exigem mais especialização, portanto, conhecê-las desde já permite iniciar estudos mais aprofundados. Neste post, você conhecerá 15 campos do Direito que pagam muito bem e proporcionam ótimas oportunidades. Confira a seguir!

1. Trabalhista

Não é nenhuma novidade que a área de Direito Trabalhista oferece uma grande oferta de oportunidades ao profissional advogado. As relações profissionais entre empresas e colaboradores nem sempre acontecem da forma adequada, podendo haver desacordos legais causados por uma das partes.

Nesses momentos, o advogado especializado em Direito Trabalhista se faz fundamental na conciliação. Segundo o Tribunal Superior do Trabalho (TST), em 2017 havia 2,5 milhões de ações em trâmite no Brasil. O dado impactante dá o destaque para a área, já que o advogado é imprescindível nessas demandas.

Os ganhos, no entanto, podem variar, mas, ainda assim, se mostram bastante interessantes. Em média, eles variam entre R$ 4.055,00 e R$ 14.004,34.

2. Tributária

A área de Direito Tributário tem uma característica muito interessante, que consiste na possibilidade de atuação do advogado. Isso talvez seja o fator que a coloca como uma das mais bem remuneradas. Além das atividades comuns de advogado, o profissional pode prestar consultoria, atendimento e planejamento.

Esses serviços são oferecidos a empresas e escritórios variados, já que esses negócios precisam de transparência em suas informações tributárias. O trabalho prévio faz toda diferença até mesmo na gestão financeira das empresas. Esse contexto torna a área ainda mais interessante, especialmente em relação aos ganhos.

Contando com todas essas possibilidades, naturalmente os vencimentos obtidos variam bastante. O advogado tributarista recebe um salário entre R$ 4.354,32 a R$ 14.421,52. Além disso, a média salarial, R$ 5.903,79, é bastante interessante.

3. Desportiva

O esporte, com suas próprias regras, competições e modalidades, forma seu próprio universo, em um contexto que gera muitos investimentos. Isso reforça a necessidade de adequação jurídica. Pensando na preservação da credibilidade dos esportes, o Direito Desportivo é uma área que apresenta ótimas possibilidades.

Do mesmo modo que movimenta dinheiro, as modalidades também direcionam esses recursos aos serviços necessários. Nesse contexto, um advogado qualificado e especializado pode obter bons vencimentos trabalhando em departamentos jurídicos de clubes de futebol, por exemplo, em casos específicos ou prestando assessoria.

Esse nicho de mercado oferece uma excelente média salarial, com vencimentos na casa dos R$ 6.507,54. Os valores variam de acordo com os cargos, além de haver possibilidades maiores também com as assessorias. Para você ter uma ideia, os ganhos podem chegar até R$ 15.963,50.

4. Empresarial

O Direito Empresarial é sem dúvida uma das áreas do Direito mais bem remuneradas. Esse fato está associado à alta procura por profissionais qualificados. Aos advogados, o cenário é o melhor possível: salários mais altos que a média da profissão.

A retomada de investimentos no setor privado é um fator que também favorece a melhora nos vencimentos e a procura pelos serviços. O trabalho é voltado diretamente a corporações de todos os tipos. A atuação pode ser pontual ou fixa, por meio de contratos comuns de CLT.

Sobre os vencimentos, o salário (R$ 6.781,05) e o piso salarial (R$ 6.188,99) são bastante interessantes, considerando que essa é uma área com grande volume de oportunidades. Além disso, a remuneração pode chegar aos R$ 16.209,34.

5. Ambiental

A sustentabilidade é uma das pautas mais importantes na sociedade atual. Com isso, a cobrança da responsabilidade das empresas diante do meio ambiente tem sido cada vez maior. Nesse sentido, a necessidade de uma atuação adequada cresce.

O Direito Ambiental visa a atuação correta das empresas, buscando o respeito às leis relacionadas. Esse campo abre oportunidades diversas para os advogados. As empresas não têm poupado esforços, nem mesmo finanças, para ter uma equipe de profissionais qualificada. Diante da alta responsabilidade, ter advogados especializados no setor ambiental é indispensável.

Os vencimentos variam de acordo com cargo, empresa e até mesmo a região de trabalho no Brasil. Contudo, boas oportunidades se apresentam. Já encontramos ganhos entre R$ 5.500,00 e R$ 15.963,50. É um segmento de mercado bastante promissor.

6. Compliance jurídico

compliance jurídico é uma das áreas do Direito em maior crescimento nos últimos anos, e essa exigência aumenta também o número de oportunidades disponíveis. Para as empresas com altas expectativas, como foco na gestão estratégica, o profissional advogado dessa especialização tem grande valor.

Atualmente, o trabalho é muito mais interno e preventivo. A ideia é que as organizações desenvolvam suas atividades sob fiscalização forte, evitando problemas jurídicos futuros. Com os escândalos de corrupção em grandes corporações no Brasil, a atenção ao compliance jurídico cresceu consideravelmente.

Hoje, essa é uma das áreas do Direito mais bem remuneradas no país. Considerando os salários de consultores jurídicos, podemos estimar vencimentos de até R$ 13.785,00. A média também é bastante positiva, ficando na casa dos R$ 5.287,13

7. Direito do Estado

O Direito do Estado é o ramo jurídico que estuda as relações sociais, do ponto de vista das organizações políticas. Trata-se de um ramo generalista, que reúne conhecimentos de Direito Público, Teoria do Estado, Constitucional, Tributário e Administrativo.

Nesse sentido, o profissional frequentemente cuidará dos direitos e garantias fundamentais dos cidadãos em relação ao Poder Público. Além disso, pode contribuir com empresas e entidades que fornecem para Administração Pública.

Tendo como base os vencimentos em áreas do Direito próximas, o advogado terá vencimentos de R$ 5.750,49 a R$ 14.421,52. Além disso, com o crescimento de carreira, a quantia pode aumentar bastante: um advogado sênior em grande empresa pode ganhar até R$ 27.447,86.

8. Direito da Propriedade Intelectual

A necessidade de registrar marcas, patentes e softwares trouxe diversas oportunidades para os especialistas em propriedade intelectual. A verdade é que não há como uma grande empresa pensar em um novo produto, serviço ou tecnologia, sem garantir a documentação necessária para se proteger contra cópias e fraudes.

Com o crescimento das startups, o mercado dos registros relacionados à Tecnologia da Informação está em franca expansão. Tais negócios são baseados em soluções digitais e priorizam a possibilidade de crescer rapidamente sem grandes acréscimos de custos operacionais, como acontece quando um aplicativo ganha as graças dos consumidores.

O salário do advogado de Propriedade intelectual está entre R$ 5.939,36 a R$ 15.963,50, em média. No entanto, não descarte a possibilidade de abrir o próprio negócio e atuar por conta própria. Para você ter uma ideia, a tabela da OAB/SP prevê R$ 11.820,08 como valor mínimo de cobrança por processo judicial para que uma pessoa deixe de usar uma marca ou patente de modo indevido.

9. Direito da Tecnologia da Informação

A transformação digital também trouxe crescimento para os profissionais especializados em Tecnologia da Informação, tornando-se uma das principais especialidades do Direito. Aqui, podemos citar os advogados ligados à segurança digital e proteção de dados pessoais, crimes cibernéticos, direito do consumidor digital, entre outros.

Esse nicho de mercado é bastante promissor, pois cada vez mais nossas as pessoas se acostumam a usar os serviços online. Além disso, com as mudanças recentes na legislação, as empresas terão de se adaptar a LGPD, que trouxe novas diretrizes sobre responsabilização em caso de violação de dados.

A média salarial do advogado de Direito Eletrônico é R$ 6.507,54, e os vencimentos podem chegar a R$ 15.963,50.

10. Direito Eleitoral

Embora as eleições ocorram a cada dois anos, existe uma série de etapas anteriores e consequências dos pleitos municipais, estaduais e federais. Elas geram inúmeras oportunidades para os advogados.

Candidaturas não aceitas, divergências entre candidatos e partidos, prestação de contas de campanha: há diversos tópicos em que o profissional pode atuar.

O piso salarial médio do segmento é R$ 5.750,49. No entanto, os salários podem chegar a R$ 14.421,52. Além disso, na tabela da OAB/SP, o valor mínimo para as medidas judiciais da área varia de R$ 6.221,09 a R$ 17.419,07.

11. Promotor de justiça

Entre as áreas do Direito, o Ministério Público é um dos órgãos que oferecem as melhores remunerações e planos de carreira. O promotor de justiça é responsável por zelar pelos interesses coletivos e difusos, exercendo um relevante papel social.

Os salários podem facilmente ultrapassar os R$ 30.000,00, como mostra o portal de transparência do Conselho Nacional do Ministério Público. Além disso, do ponto de vista da remuneração, há pouca variação regional.

Se você comparar, por exemplo, os vencimentos no Piauí, que é o estado com menor PIB do Brasil, com os de São Paulo, que é o mais rico, verá pouca ou nenhuma diferença significativa. Assim, embora o concurso público seja concorrido, existe uma boa quantidade de vagas promissoras,

12. Delegado de Polícia

O segmento da segurança pública é outra opção interessante da carreira jurídica. Em relação aos delegados, você pode atuar na direção dos policiais que enfrentarão ocorrências imediatas (polícia militar) ou lidar com a investigação e esclarecimento de crimes (polícia civil).

Os concursos públicos, nesse caso, variam bastante entre os estados. Além disso, de maneira geral, o cargo mais desejado é o de delegado da Polícia Federal, que cuida das investigações de interesse nacional.

Esse último, a título de exemplificação, tem salário inicial de R$ 23.130,48. Já no âmbito estadual, os vencimentos caem um pouco, como é o caso do delegado polícia civil em São Paulo, com salário inicial de R$ 9.507,77, em concurso público de 2018.

13. Diplomacia

Os diplomatas atuam nas relações do Brasil com os demais países. O profissional representa os interesses nacionais em negociações, reuniões e assembleias internacionais, dando suporte aos governantes. Além disso, exercem um papel relevante de prestar serviços aos brasileiros que vivem no exterior.

Nesse sentido, uma das vantagens da profissão é viver em diversos locais, conhecer novas culturas e pessoas. Logo, é uma carreira bastante desejada não apenas pelo lado financeiro, mas pela perspectiva de crescimento diferenciado.

No entanto, isso não quer dizer que os ganhos sejam ruins, muito pelo contrário: o concurso público mais recente trouxe o salário inicial de R$ 19.657,06.

14. Magistratura

A carreira pública de juiz também está entre as mais desejadas. Além do salário e da possibilidade de ter impacto social, o magistrado tem bastante autonomia nas suas funções, inclusive, com proteção contra demissões e interferências em decisões.

Vale ressaltar que os cargos de Promotor e Juiz exigem experiência profissional depois da graduação, que é comprovada, entre outros fatores, pelo exercício da advocacia. Além disso, títulos e pós-graduações em Direito melhoram a classificação no concurso.

Os salários dos Juízes também superam os R$ 30.000,00, sem contar outros benefícios e verbas recebidas na carreira.

15. Civil

O Direito Civil é o maior segmento da profissão no Brasil, graças à amplitude de casos que necessitam de encaminhamento jurídico. Desse modo, defender o direito de pessoas abre um campo fértil para a atuação dos advogados. A especialização é simples e, quanto mais casos, mais qualificado o profissional se torna.

Nessa área, há diferentes segmentos, como Responsabilidade Civil, Direito Contratual, Direito de Família e alguns outros. Todos apresentam um bom volume de demandas, seja para advogados contratados em escritórios, seja para autônomos.

Por mais que haja uma ampla variação, podemos dizer que os ganhos estão bastante favoráveis. A faixa dos salários está entre R$ 3.434,00 e R$ 10.280,39, enquanto a média salarial é R$ 4.339,25.

Um ponto interessante é que muitos profissionais optam por especializações em Processo Civil em vez de priorizar o Direito Material. Isso acontece, pois, por ser o ramo mais estudado durante a graduação, o advogado civilista precisa de diferenciais competitivos para se destacar e firmar o nome no mercado.

Vale ressaltar que os valores apontados para as áreas da advocacia e concursos públicos consideram as remunerações mais recentes até a data deste conteúdo. O ideal é mesclar essas informações aos seus interesses e oportunidades atuais para tomar uma boa decisão.

As áreas do Direito mais bem remuneradas estão sempre sob observação dos profissionais bem-preparados. É importante que você perceba qual delas mais o agrada e se especialize para se mostrar capacitado ao mercado.

Então, como foi conhecer as principais áreas do Direito? Se quiser mais dicas e orientações de carreira, assine a nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você