Connect with us

Especialize-se

Veja como conseguir vagas em startups

vagas em startups
Tempo de Leitura: 4 minutos

Você acha que as vagas em startups são mais atraentes e se alinham com as suas expectativas de carreira? Então, vale a pena investir mais nas oportunidades de conseguir um trabalho nessas empresas. Mas, como fazer isso?

É possível notar que a dinâmica das startups é um pouco diferente das empresas tradicionais no mercado. Isso vale tanto para o período de contratação quanto para o dia a dia profissional. Por esse motivo, para tentar uma vaga nesses espaços, é importante conhecê-los.

Neste post, vamos dar algumas dicas que vão ajudar você a passar no processo seletivo das vagas em startups e conseguir um emprego que combine com o seu perfil. Acompanhe e saiba mais!

Mas afinal, o que são startups?

Startups são empresas voltadas para a inovação no segmento em que atuam. Basicamente, o modelo de negócio é centrado nas práticas mais atuais, que estão alinhadas com a Tecnologia da Informação, independentemente do nicho.

Hoje, é possível encontrar startups nos mais variados setores do mercado de trabalho, como:

  • as fintechs, que estão na área financeira;
  • as edtechs, que se relacionam com a educação;
  • as healthtechs, que atuam na área da saúde.

Dentre os serviços oferecidos em startups, é possível encontrar uma grande variedade. Existem startups que trabalham para outras empresas, negócios voltados para o relacionamento direto com o cliente e, inclusive, que oferecem esses dois tipos de trabalho. 

Desse modo, a primeira estratégia que você precisa ter na hora de se candidatar a uma vaga de emprego em uma startup é estudar a empresa. Isso porque conhecer o lugar que você quer trabalhar fará toda a diferença.

Como é o processo seletivo em startups?

Como visto, a dinâmica de uma startup se difere em vários pontos das empresas tradicionais, inclusive na forma de selecionar os seus profissionais. Uma das características desse tipo de negócio é que ele costuma ser pequeno e contar com poucos colaboradores.

Desse modo, é comum atuar diretamente com o fundador do negócio e trabalhar em equipe. Por esse motivo, vale a pena se preparar para passar por uma entrevista diretamente com a pessoa que ocupa a posição de chefe na empresa.

Além disso, como o trabalho em equipe é fundamental para as startups, é comum que os processos seletivos incluam dinâmicas. Na maioria das vezes, o que vai ser avaliado é a capacidade de inovação e o cuidado com os outros membros do time.

Uma prática frequente nos processos seletivos em startups é a divisão dos candidatos em pequenas equipes. A partir disso, cada time apresentará um miniprojeto de negócio para os recrutadores. Tanto no desenvolvimento quanto na apresentação, habilidades como comunicação, atenção, desenvoltura, empatia, inteligência emocional, resiliência e liderança são muito bem-vistas.

E o que os recrutadores buscam?

Já que são vários critérios que serão avaliados durante o processo seletivo para conseguir uma vaga em startup, que tal saber mais sobre o que os recrutadores buscam nos candidatos? A seguir, veja habilidades profissionais valiosas!

Criatividade

Esse tipo de empresa é marcado pela inovação. Logo, a criatividade é uma característica essencial para todos da equipe. Isso permite a criação de projetos que se destacam no mercado e a promoção do desenvolvimento sustentável do negócio.

Disposição

Um profissional que apresenta iniciativa e proatividade para iniciar o trabalho a qualquer momento também chama a atenção dos recrutadores. Por esse motivo, mostre-se à disposição para atuar na empresa, caso tenha se interessado de verdade; e para aprender, se você ainda não domina algumas habilidades que o negócio gostaria.

Autonomia

Por mais que haja trabalho em equipe e o acompanhamento do chefe na maioria das atividades, as startups têm um modelo de serviço mais dinâmico e livre. Não é difícil encontrar empresas que deixam os colaboradores montarem o próprio horário e que definem apenas as metas a cumprir.

Para isso, no entanto, é preciso que todos os seus funcionários tenham autonomia para entregar um serviço de qualidade nesse modelo. É por isso que esse é um critério muito avaliado no processo seletivo.

Trabalho em equipe

Mais uma vez, precisamos falar da importância de saber trabalhar com outras pessoas. Expressar-se sem ofender ninguém, demonstrar senso de liderança, mas sem deixar de respeitar os líderes, além de se propor a um trabalho colaborativo, são características fundamentais para esse tipo de emprego.

Como se destacar e conseguir uma vaga em startups?

Gostou da ideia de trabalhar em uma startup? Então, chegou a hora de saber como se preparar para conseguir a vaga. Veja as nossas dicas!

Conheça a empresa

Lembra-se da importância de saber a posição da empresa no mercado, como ela atua e o que oferece? Portanto, não se esqueça de fazer uma boa pesquisa antes de se candidatar à vaga e participar do processo seletivo.

Seja transparente

Por mais que sejam várias características inovadoras que os recrutadores procuram, não é necessário mentir ou tentar impressioná-los. Muitas empresas estão abertas para treinar e preparar os colaboradores para o trabalho. Sendo assim, seja transparente com as suas habilidades e assuma aquilo que ainda não sabe.

Além disso, se por acaso você perceber que a vaga de emprego não tem tanto a ver com o que esperava, não hesite em avisar os recrutadores. Isso pode gerar, inclusive, ótimas oportunidades na carreira, como indicações e realocações para outro cargo.

Tenha um networking

Falando em indicações, ter um networking ajuda muito a conseguir recomendações para empresas de tipo startup. Além disso, uma rede de contatos contribui para entender melhor essa dinâmica de trabalho e se manter por dentro das novidades do mercado.

Apresente um bom currículo

Caprichar no currículo é uma estratégia e tanto para chamar a atenção dos recrutadores em uma startup. Por isso, faça uma boa apresentação e uma descrição sucinta de suas habilidades, interesses e formação.

Lembre-se de que qualquer especialidade pode ser um diferencial no seu perfil. Se você tem habilidades com Banco de Dados, por exemplo, faça questão de falar sobre isso no currículo. Afinal, startups dão preferência a profissionais com afinidade com tecnologia.

Outro ponto valioso para o currículo é a especialização. Ter uma graduação em Redes de Computadores ou em áreas correlatas agrega mais valor ao seu perfil e aumenta as chances de participar do processo seletivo.

Gostou de saber mais sobre como funcionam as vagas em startups? Se você se identificou com esse modelo de trabalho, comece a se preparar agora mesmo para mandar bem no processo seletivo e conquistar o emprego dos seus sonhos.

Este post inspirou você a investir na sua vida profissional? Então, veja também 5 dicas que vão ajudar no seu desenvolvimento de carreira!


QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.400 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br

Copyright 2020 Unyleya ©. Todos os direitos reservados.