O que é o Enade e como ele se aplica aos alunos EAD?

  • 09/abr/2018

O que é o Enade e como ele se aplica aos alunos EAD?

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) é uma avaliação que tem o objetivo de verificar a qualidade dos cursos superiores em diversas instituições de ensino do país, tanto na modalidade a distância (EAD) quanto na presencial.

É por meio dos resultados desse exame que os estudantes que estão querendo ingressar em uma instituição de ensino superior podem avaliar a qualidade dos cursos oferecidos por ela. Dessa forma, eles podem fazer a melhor escolha possível.

Se você ainda não sabe como funciona o Enade ou como ele se aplica à modalidade de educação a distância, confira o post que preparamos para tirar todas as suas dúvidas!

Como funciona o Enade?

Aplicado desde 2004 como forma de medir a qualidade do ensino superior no país, o Enade é elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), instituto também responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A avaliação ocorre anualmente e envolve a aplicação de provas e questionários que terão o objetivo de medir o rendimento dos alunos de acordo com os conteúdos programáticos do curso avaliado. As áreas de ensino selecionadas variam ano a ano, na forma de um rodízio.

Ao contrário do Enem, o objetivo aqui não é apresentar uma avaliação individual do desempenho de cada estudante e sim uma visão geral sobre o próprio curso oferecido pela faculdade. Dessa forma, a nota do exame não é direcionada aos alunos, e sim aos cursos das próprias instituições de ensino.

Para consultar os resultados da avaliação, basta acessar o e-MEC e pesquisar sobre a instituição do seu interesse. As notas do exame variam entre 1 e 5, sendo que 1 e 2 representam um resultado insatisfatório, e nota 3 representa satisfatório, de acordo com as expectativas no MEC. Vale ressaltar que a nota é direcionada ao curso, e não à instituição como um todo.

Além disso, os resultados do Enade servem para produzir dados de referência sobre a qualidade do ensino superior em todo o país. Assim, é possível verificar as diferenças existentes no ensino superior em cada região geográfica, estados e municípios. Tais resultados servem para avaliar fatores externos ao próprio ensino que podem influenciar no rendimento dos estudantes.

Por meio dessas informações, o governo pode acompanhar o desempenho acadêmico pelo país, traçando estratégias e adotando medidas para melhorar a educação superior progressivamente.

Quem pode participar?

Para realizar o Enade, são selecionados alguns estudantes tanto do primeiro quanto do último ano do curso a ser avaliado. Para aqueles que estão terminando a faculdade, a participação no exame é condição essencial para a emissão do histórico escolar, ou seja, não pode ser recusada.

Além dos estudantes selecionados — para os quais a participação é obrigatória —, é possível também que outros alunos que tenham interesse em fazer o exame se candidatem para tal. Apesar de suas notas entrarem na composição da avaliação, a participação nesse caso é voluntária.

Na participação obrigatória, o estudante que deixar de comparecer no dia do exame ficará em situação irregular perante o Enade. Dessa forma, seu histórico ficará prejudicado e ele não poderá obter o diploma enquanto não regularizar sua situação.

Vale lembrar, por fim, que o exame não é composto apenas por provas mas também por questionários que deverão ser preenchidos tanto pelos estudantes avaliados quanto pelos coordenadores do curso.

Como o Enade é aplicado na educação a distância?

Os cursos na modalidade EAD também são avaliados pelo Enade da mesma forma que os presenciais. Afinal, não teria como reconhecer o desempenho de algumas faculdades a distância se elas não participassem da avaliação.

Devemos lembrar aqui que tanto o curso superior quanto a instituição de ensino devem ser credenciados pelo MEC para que tenham validade. Dessa forma, caso não haja o reconhecimento do ministério em relação a algum curso, o diploma obtido por ele não terá legitimidade no mercado de trabalho.

Logo, uma instituição não credenciada pelo MEC obviamente não participará do Enade, pois, em teoria, ela sequer existe.

Já as instituições EAD devidamente reconhecidas participarão do exame da mesma forma como qualquer outra faculdade presencial. Os alunos serão selecionados entre os que estão matriculados no primeiro e no último ano do curso e serão obrigados a prestar o exame.

Nesse caso, não há a possibilidade de fazer a prova a distância. É necessário se apresentar pessoalmente no lugar definido pelo Inep no dia designado, portando um documento de identidade com foto. A participação do estudante é comprovada por meio da sua assinatura na lista de presença a partir do momento em que ele entrar na sala designada para aplicação do exame.

Qual é a sua importância para a EAD?

Apesar de a educação a distância estar se tornando cada vez mais popular, ainda existe um grande preconceito em relação a essa modalidade de ensino. Muitas pessoas acreditam que os cursos EAD têm qualidade inferior em relação aos presenciais. Nesse ponto, o Enade serve como um excelente parâmetro para comprovar que essa informação é falsa.

Desde 2007, os dados estatísticos divulgados pelo Censo Estudantil vêm demonstrando que os cursos a distância, em geral, conseguem apresentar um conceito superior no Enade em relação aos cursos presenciais.

Estudantes EAD apresentam um rendimento superior em diversos pontos do exame quando comparados aos presenciais. Não é à toa que diversas faculdades estão investindo cada vez mais nessa modalidade de ensino.

Ao avaliar a qualidade de um curso ou de uma instituição, as pessoas não devem se basear apenas nas modalidades de ensino que são oferecidas. Primeiramente, como já mencionamos, é preciso verificar se os cursos são credenciados pelo MEC. Em segundo lugar, a própria avaliação do ministério e o conceito no Enade é que devem ser utilizados como parâmetro para definir se um curso é de boa qualidade ou não.

Pouco a pouco, o crescimento da EAD e o seu destaque no Enade vão suprimir esse preconceito, deixando claro para todos que a modalidade a distância tem apenas vantagens a oferecer, principalmente para os estudantes que não têm condições de arcar com um curso presencial ou tempo para frequentá-lo.

Já que você está interessado no assunto, aproveite para conhecer o nosso guia gratuito sobre a educação a distância e descubra as diversas vantagens que essa modalidade de ensino tem a oferecer!

 






Nossos Apps

Nossas Redes Sociais